..Bem vindo ao mundo invertido, surreal, abstrato e desconexo que surge a partir desta realidade imaterial.. cada vez mais invertido, surreal, dadaista,expressionista, abstrato, desconexo e subversivo, com muito orgulho disto..

19 julho, 2008

ZumBis inviziveis



:
Não há correntes em meus pés mas estou preso ....
Coisas que não fiz colocam em meus ombros a culpa...
:
Meus pais me condenam por seus próprios erros....
Noites de dor feitos por anos de liberdade de uma geração que já se foi ....
:
Asas cortadas pela faca de meus progenitores....
Olhos cegos de uma geração de pássaros aprisionados....
Com medo de voar com suas asas ....
mas voando em sonhos pelas palavras antigas ....
:
Com um futuro planeado pelas profecias ....
De seres que não conheciam essa nova realidade....
Nos impõe desejos de criaturas que já se extinguiram....
E verdades que não existem mas ....
:
E nos tiram as virtudes que aprendemos só....
Nos ensinam as feições dos sentimentos....
Sem mesmo sentirmos ....
:
Mãos de ferro que não sentem minha dor tiram minhas lágrimas ....
E põe falsidade em vez de simples verdade ....
Fazem operações para mudarmos pensamentos ....
Põem banalidades e redundâncias ....
Que inventaram antes mesmo de meu nascimento....
:
Mudam seres de lugar e chamam de outros nomes....
O sedutor é repulsivo ....
O deprimente é maravilhoso....
:
Zumbis com corações feitos de regras....
Obedecem sem intender....
Aceitam aqueles que lhes são iguais em estado....
Filhos de filhos que foram da mesma forma criados e....
Manipulados....

:

2 comentários:

Anonymous disse...

Psicofodelico seu blog cara.
Parabéns.
Mente brilhante!
Beijos
Suki-sama
[SYD]

Lunar Strain disse...

Eu gosto como você expressa sua indignação em forma de poemas tão admiráveis.
Parabéns, de verdade!
;D