..Bem vindo ao mundo invertido, surreal, abstrato e desconexo que surge a partir desta realidade imaterial.. cada vez mais invertido, surreal, dadaista,expressionista, abstrato, desconexo e subversivo, com muito orgulho disto..

18 maio, 2010

Diario de um perdido #14


Um início de tarde, mais um início de tarde, não como ontem e também diferente de amanha, este é mais um momento singular, único, como todos aqueles que vivemos nestes anos no mundo.
Hoje não tenho muito o que tentar expressar, ou melhor, aquilo que eu quero expressar não está ao meu alcance, ainda não achei o catalisador que vai me levar até as palavras corretas e isto me deixa frustrado, um sentimento de incapacidade misturado com uma cegueira momentânea.
Não sei se é minha falta de foco, toda essa distração trivial que a vida cotidiana nos impõe ou algo mais profundo, quem sabe um sentimento subconsciente, algo que ainda desconheço.
Algo desconhecido? Apesar de não compartilhar este medo comum pelo desconhecido, acho que é sim algo bem frustrante não compreender algo sobre si mesmo, creio que você concorda, não é mesmo?

Após horas, dias, meses, anos, décadas de convivência consigo mesmos, ainda ter algo que não venhamos a ter a consciência é algo intrigante no mínimo, e algo assustador para aqueles que têm medo de se aventurar nos limites de sua própria consciência.
Já escrevi textos abordando este tema, e todos acabavam com o individuo cruzando o limite da razão e chegando à insanidade neste processo, não tenho a certeza de muitas coisas neste mundo e uma destas incertezas é até onde podemos chegar com nossa mente e esta duvida não é só minha, muitas áreas cientificas tem avançado visando responder esta questão, enquanto eles avançam lá, eu vou avançar sozinho até chegar e destruir essa frustração que me perturba, essa ignorância que tenta nos manter limitados a ficar estagnados na inércia.
Acho que por agora é só, agradeço sua atenção e me despeço por agora.

5 comentários:

Communique disse...

Não há nada pior do que se sentir perdido...
É muito ruim se sentir distante.



www.communiquebr.blogspot.com
_____________________________
-A fórmula da informação

Luiz Brisa disse...

foda ta perdido
da mow aflição

http://vagalnerdkawai.blogspot.com/

Arthur D'mello disse...

cada momento é único, realmente.
os limites entre razão e insanidade são estreitos.
escrevi um poema sobre isso se quiser ver: http://arthurdmello.sintoonize.com/2010/01/lucida-razao.html

Pierre disse...

Blog show de bola!
www.zedastirinhas.net

Amanda disse...

Todos nós nos sentimos assim várias vezes.. *-*