..Bem vindo ao mundo invertido, surreal, abstrato e desconexo que surge a partir desta realidade imaterial.. cada vez mais invertido, surreal, dadaista,expressionista, abstrato, desconexo e subversivo, com muito orgulho disto..

16 maio, 2010

Diario de um perdido #12


E estamos aqui em mais uma explosão de sucessões mentais, sucessões estas que me trouxeram a estar criando este texto, aleatoriamente, despreocupadamente, quem sabe, não tenho uma palavra para descrever este impulso de apenas escrever algo que surge em minha mente.
Podemos nos expressar de vários modos, a escrita é apenas um destes infinitos meios de passar informações, não é mesmo?
Acho que poucas pessoas conseguem enxergar verdadeiramente até onde uma palavra pode chegar quando a proferimos de forma eficaz, penetrar corações, forjar ideologias, libertar visões, quebrar espelhos existenciais.
Você já parou para pensar em quantas das suas palavras já criaram frutos neste mundo?

Muitos apenas vêem a fala, a arte, a nossa capacidade racional de transcender nossa própria consciência e dar um vislumbre de nossa essência á outra pessoa como algo comum, banal, esquecendo que está foi uma das bases de significativa importância de nossa civilização.
Todos como filhos do universo temos um pouco da dessa essência que o criou dentro de nós, temos essa capacidade de interferir no mundo, mudar, destruir, construir, claro que em menor escala do que uma grande explosão de uma estrela, mas a base é a mesma, a matéria que foi criada no principio é a mesma, apenas em outra forma, como a água e o gelo, podemos mudar o destino de nosso mundo.
Um fato triste de nossa vida contemporânea é a construção da idéia contraria nos jovens menos providos de conhecimento acadêmico, o desenvolvimento do irracionalismo, do hedonismo, e outras vertentes tão prejudiciais a mente consciente quanto qualquer uma ideologia que prega a inércia.
Espero que um dia a partir da união dessa grande minoria consciente possamos abrir os olhos destes que estão vendados pela ignorância de suas capacidades.
Um sonho, uma visão, uma utopia, chame como quiser, pois eu chamo de uma possibilidade, basta termos a coragem de sairmos da nossa normalidade banal e mostrar a verdade estes que estão mergulhados nesse mar frio da inércia existencial.

5 comentários:

L.A disse...

muito bom o texto, voce escreve muuiiito bem, parabens!

Ravi Barros disse...

algumas pessoas pensam q palavras sãovazias...
mas muita coisa pode ser mudada com isso!

;)

aqui ta mt boom fia!

abraços...

Sophia disse...

muito bom. parabéns pelo blog '-'

Karla Hack disse...

Também me incomoda esta ausência que vejo nos mais novos... a falta de gosto pela ânsia em saber e compreender além...
Para alguém que sempre amo o mundo das palavras e da expressão é difícil presenciar o descaso com elas..
Afinal, são elas que tanto afetam e agem no mundo e no ser humano.
Belo post.

Andrei Vinicius Morais disse...

Eu também acredito no poder das palavras, não sou do tipo que acha que palavras são vazias.

Bom texto :)