..Bem vindo ao mundo invertido, surreal, abstrato e desconexo que surge a partir desta realidade imaterial.. cada vez mais invertido, surreal, dadaista,expressionista, abstrato, desconexo e subversivo, com muito orgulho disto..

27 julho, 2010

Diario de um perdido #20,5


Banhados pelas obscuras palavras da noite meus olhos procuram a luz que alumia o salão ante o trono da razão, aos poucos formas e sombras se dissipam ao meu redor e percebo a dimensão da realidade que me rodeia, verdades e ilusões me cercam entre as decisões banais vestidas de importância, tudo tão irreal e ao mesmo tempo forjado pelo destino de atos passados, dizem precisar de meu presente, me mostram suas espadas e escudos, reluzentes e brilhantes, sei que escondem sua essência por de traz dos metais preciosos, a luz ainda guia meu olhar, não tenho medo do que posso encontrar, dentre as mentiras sei que a única verdade está no meu destino.

3 comentários:

pedrozafi disse...

critico e surreal, é isso aí ´*-*
sucesso

M. Araújo disse...

Muito oportuno pra caber no meu dia hoje, bela escrita!

Rafa disse...

Bem macabro, hahahah,

"não tenho medo do que posso encontrar, dentre as mentiras sei que a única verdade está no meu destino"

Descobri isso da por maneira

http://cemiteriodaspalavrasperdidas.blogspot.com/2010/07/agua-com-acucar.html