..Bem vindo ao mundo invertido, surreal, abstrato e desconexo que surge a partir desta realidade imaterial.. cada vez mais invertido, surreal, dadaista,expressionista, abstrato, desconexo e subversivo, com muito orgulho disto..

23 julho, 2010

Diario de um perdido #17



Se eu pudesse definir este dia com uma cor, chamaria de amarelo, tanto pela sutileza de alguns aspectos quanto pela intensidade de outros, sejam físicos ou sentimentais, todos em harmonia impecável, embora os contrastes fortes em alguns pontos de encontro sejam inevitáveis a harmonia permanece como uma constante regra primordial para se compreender tal momento singular.
Enquanto ondas aleatórias penetram em minha realidade modificando a percepção do real para o surreal em linhas grafadas em tons de escuridão sobre a dita realidade tão resoluta, tão frágil, tão humanizada, eu sou obrigado a aceitar tudo que não percebo neste vácuo de percepção quântica.
Olhando para as cortinas da janela o riffs da guitarra poderiam manter este eco momentâneo eternamente em sua concepção, dificilmente alguém pensaria em mudar o lugar do espaço junto com o som, causando uma imersão dentro de uma percepção totalmente distorcida.

No fim um dia amarelo, sem duvidas, amarelo..

Nenhum comentário: