..Bem vindo ao mundo invertido, surreal, abstrato e desconexo que surge a partir desta realidade imaterial.. cada vez mais invertido, surreal, dadaista,expressionista, abstrato, desconexo e subversivo, com muito orgulho disto..

09 agosto, 2011

Diario de um perdido #30



obrigado, mais um dia, tanto se fala e tão pouco é lembrado, limpamos nossas mentes de capítulos inteiros por acharmos banais.
observar a estrada enquanto esperamos a condução, andar pela rua e descobrir uma nova arte que vem presa a uma outra vida, historias que ouvimos na fila, momentos divididos com pessoas que jamais veremos novamente, é tão belo relembrar o quão conectados estamos a todos, mesmo não estando em contato direto com ninguém, solitários, ao menos dentro de nos mesmos o achamos isto, enquanto fazemos figuração na vida de outros, apenas "algo" a ser desviado na calçada enquanto a voz que vem do telefone movel soa acima de todas as outras, como obras de arte em que o observador não consegue ler a beleza, ignorando todo o trabalho que o artista teve, as ideias que ele depositou, ou mesmo as horas que se passaram em quanto era moldada. anos mortos pela ausência de alguém, alguém que não deu valor, tão únicos, possibilidades dentro de possibilidades flutuando em um mar de caos, cada momento apenas, e intrinsicamente um grão na areia do deserto, um deserto infinito, então porque achar tão insignificante tudo o que nos certa?

Um comentário:

Joao Negro disse...

EITA! ZOMBIE! :P