..Bem vindo ao mundo invertido, surreal, abstrato e desconexo que surge a partir desta realidade imaterial.. cada vez mais invertido, surreal, dadaista,expressionista, abstrato, desconexo e subversivo, com muito orgulho disto..

16 setembro, 2011

Diario de um perdido #36

tocando a sujeira, me entregando ao prazer, adentrando no regozijo da luxuria. é fácil perceber o quanto me afasto de tudo que parecia tão vivido antes, agora olhares mudam de direção enquanto me faço de desentendido, as poucas palavras que se diziam agora se tornaram nada, sombras e tristes desgostos de atos impulsivos. Me parece errado por dois momentos, mas no terceiro aceito meu castigo, me pego esperando não ouvir mais a porta se trancar. me acharam, viram, sentiram a repulsa de serem progenitores de tais desejos pecaminosos. Dar prazer a outros, apenas pensando em si, seria isto que eles esperam de alguém que viram crescer? aparentemente preferem ignorar tais aspectos da existência humana, ou ao menos fantasiarem que esta volúpia é inexistente. Ainda pulsa em minha mente os caminhos que poderiam levar um ser a se ver desconectado com a dimensão do prazer carnal, traumas, dores, moral? Faxadas para tingir de uma cor mais agradável a real verdade, este sou eu, um filho de prazer retornando a sua mãe...

Nenhum comentário: