..Bem vindo ao mundo invertido, surreal, abstrato e desconexo que surge a partir desta realidade imaterial.. cada vez mais invertido, surreal, dadaista,expressionista, abstrato, desconexo e subversivo, com muito orgulho disto..

21 janeiro, 2014

Diarios de um perdido #55



Bom dia para você, apesar de saber que não receberei o mesmo tratamento dos outros dias, ainda desejo que tenha um bom dia, feliz e cheio de amor. 
Primeiramente gostaria de exteriorizar algo que me atormentou a noite toda, sim, eu falei durante todas as horas noturnas pois hoje eu nao durmi, então, eu chorei demais, lagrimas que jamais esquecerei, senti o sabor de cada uma e mensurei seus impactos em mim, devastadores e mesmo assim inexistentes para você.
 os momentos que geraram toda essa comoção foram atordoantes, acabei me questionando sobre tudo que existe entre nós, se realmente eu tenho algum valor para alguem ou até se valeria eliminar essa existêmcia pungente e morna da vida, no final acabei me cortando, incrivelmente me senti um pouo melhor e algumas duvidas do passado fizeram mais sentido.
 Mas este nao é o caso total, são apenas episódios pequeninos dentro de uma viagem de horas intermináveis, opressoras e brincalhonas, sempre fugindo e criando mais uma lagrima em meu coração.
 Ja esqueci grande parte de tudo que cogitei entre pensamentos e a posição fetal que fiquei, então esta manha esta sendo mais calma, porem não menos dolorida, solitaria e horrivel.

Eu poderia ter falado com qualquer um, uma ou coisa, mas acabei aqui por achar que poderia ficar em um clima ruim, ou pior, entre nós, e foi aí que percebi que ainda queria estar com você, ter aquele algo sem esperança que tanto lamentei antes. Realmente sou um grande idiota dramatico, com motivos para isso, porem ainda sim um idiota dramatico. No fim provavelmente irei assumir uma culpa sem dono e vou acabar abaixando a cabeça para chorar sozinho quando fico triste, porque você será o motivo da minha falta de alegria, pelo menos momentanea. Me tornei um escravo desse sentimento, mesmo estando machucado, sangrando e sem condições de manter um semblante orgulhoso e animado, ainda  permaneço seu. o seu cachorrinho que apanha e erra mas que sempre volta no fim.

Também hoje me questionei sobre alguns pontos da minha liberdade, ja não tenho à um bom tempo, eu escolhi isso, foram as suas condições para continuar ao seu lado e o bobo de achar que algo poderia melhorar fui eu, simples assim. Não vejo possibilidade de melhora enquanto você se manter na defensiva sempre que algo assim acontecer, sempre haverá sofrimento e solidão depois de algo assim, é isso que estamos vivendo agora. entao aceitar essa situação toda seria assinar uma declaração sabendo que de tempos em tempos seremos maguados por ajudar alguem legal, que eu ou voce nao gostamos, seja qualquer momento ou situação, é isso? Devo ignorar tudo e todos pois isso que falei, nao há volta ou mudança, esse é o preço que pago para poder ficar com você, acho justo.

fico um pouco insatisfeito apenas como fato de que  estou piorando a cada dia, estou tenso, por motivos que você sabe, preciso relaxar e por motivos obvios não há como fazer isso. também aí podemos perceber que existe uma limitação criada por este momento, chega a ser hilário, não consigo relaxar ou mesmo aliviar a tensão pois acabo me anulando ao focar todo meu tempo em querer ajudar você. então eu quase rí outro dia quando você falou que eu deveria relaxar, mas nao soube dar um bom exemplo de como. foi tragicamente comico.

outro ponto no qual acabei entrando é no da amizade e comunicação, percebi que eu não tenho mais amigos com os quais eu possa conversar sobre estes assuntos mais sentimentais. é triste, pois antes disso tudo eu conversava e aprendia muito com pessoas que hoje em dia não tenho mais contato. não há como ter as conversas que você tem com seus amigos, eu nao tenho mais amigos em que possa confiar e pedir conselhos, estou sozinho e me sinto assim, as vezes até em demasia. este foi um aspecto que subestimei em mim, então quando veio a oportunidade de conversar com alguém fora desse circulo vicioso de solidão no qual eu estava preso, foi algo bom, que depois se tornou um inferno pois acabei quebrando esse acordo estabelecido por eu mesmo.

O pior de tudo foi quando percebi que me sentia solitário, limitado e em alguns pontos preso, foi um pouco chocante, mas agora pensando melhor vejo que escolhi tudo isso, mesmo que sem pensar claramente nas escolhas a longo prazo.

escolhi deixar voce ficar comigo me odiando.
escolhi aceitar ser menos importante para voce.
escolhi me colocar como um apoio sem vóz.
escolhi fechar meu circulo de amigos para que haja mais segurança.
escolhi não poder relaxar.
escolhi muitas coisas que ainda descobri ainda ...

dá para viver assim, até com certo conforto, calma e tranquilidade, eu consigui até o momento de agora pelo menos. mas acho que nós dois fizemos escolhas semelhantes nessa trilha chamada realacionamento, somos nós os culpados.

quando escrevo aqui sinto uma liberdade que me faz bem, diferente de todo o meu cotidiano que só me oprime, comprime e molesta.

Inibição, essa é a palavra.

Nenhum comentário: